Qual é a cirurgia indicada para tratamento da flacidez dos grandes lábios vaginais?
Neste artigo, você encontra informações detalhadas sobre o assunto.

Os grandes lábios vaginais são duas estruturas macias e preenchidas por gordura, que ficam ao lado da entrada da vagina e, comumente, escondem os pequenos lábios vaginais. São recobertos com pêlos na parte externa, sendo a porção interna e próxima dos pequenos lábios vaginais sem pêlos. Neste artigo, nosso cirurgião dá informações sobre a flacidez dos grandes lábios vaginais, assim como suas melhores e mais indicadas formas de tratamento.

Flacidez dos Grandes Lábios

A estrutura dos grandes lábios vaginais é como se fosse um saco cheio de gordura, macio e esticado. Acontece, porém, que algumas mulheres não tem gordura suficiente ou têm a gordura absorvida, fazendo com que a pele que recobre o “saco” fique em excesso, flácida e com pregas. Além de constranger pela flacidez dos grandes lábios vaginais e pregueamento da pele, a falta de volume também leva à maior exposição dos pequenos lábios, dando a impressão do aumento destes, piorando ainda mais a estética genital.

A absorção da gordura dos grandes lábios é considerada comum próximo aos 40 anos da mulher, o que associado à uma perda de elasticidade e hidratação da pele, juntamente com a chegada da menopausa, agrava a sensação e presença da flacidez de pele. Como hoje em dia muitas mulheres têm os filhos depois dos 35 anos, é frequente a sensação de que a gravidez agravou a flacidez dos grandes lábios vaginais.

Neste sentido, a cirurgia plástica visa a recomposição do volume dos grandes lábios, assim como a redução do excesso de pele presente. Quando a flacidez é devida predominantemente à falta de volume, o preenchimento com gordura costuma resolver, esticando a pele local.

Preparação da gordura com células tronco para o enxerto.

Há casos, porém, que o volume a ser recomposto não é suficiente para esticar a pele. Nestes casos, além do enxerto de gordura, torna-se necessário retirar um fragmento de pele para esticá-la. Este fuso de pele é retirado na transição entre a parte com pêlos e sem pêlos, na porção interna dos grandes lábios, ficando a cicatriz escondida e geralmente de boa qualidade. Por último, há casos menos frequentes em que o volume é normal e, mesmo assim, a pele está flácida e rugosa. Quando isso acontece, apenas o fragmento de pele é retirado. Saiba mais sobre a redução da flacidez dos grandes lábios vaginais.

Dr. André Colaneri explica a redução da flacidez dos grandes lábios vaginais.

Solange Frazão entrevista Dr André Colaneri sobre cirurgias íntimas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário